LOGÍSTICA HUMANITÁRIA E LOCALIZAÇÃO DE DEPÓSITOS: UMA PROPOSIÇÃO PARA O USO DOS DEPÓSITOS DE SUPRIMENTO DO EXÉRCITO BRASILEIRO COMO CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO.

Ângelo José Penna Machado, Ângelo José Penna Machado

Resumo


O presente trabalho trata de uma proposição de um modelo conceitual para utilização dos Depósitos
de Suprimentos (D Sup) do Exército Brasileiro, localizados na Região Sudeste, mais especificamente
no estado do Rio de Janeiro, como centro de distribuição para a logística humanitária, em apoio às
vítimas de catástrofes naturais que ocorrem frequentemente naquela região. A pesquisa, de caráter
qualitativo, baseou-se em conceitos empresariais e humanitários, buscando estabelecer pontos de
convergência e diferenças entre estas formas de gestão logística. Foram utilizados dados estatísticos
sobre catástrofes ocorridas na Região Sudeste, bem como fontes documentais. Conclui-se que com
poucas alterações na Doutrina da Logística Militar e adaptações na regulamentação da Lei nº
12.608/12, a proposta da utilização dos D Sup como centros de distribuição e apoio para a Logística
Humanitária se apresenta viável, contribuindo para mitigar os efeitos das tragédias para a população e
reduzindo o tempo de reação para ajuda necessária às vítimas.


Palavras-chave


logística humanitária; Exército Brasileiro; depósitos de suprimento; centros de distribuição.

Referências


BANDEIRA, R. A. M., CAMPOS, V. B. G., BANDEIRA, A. P. F. Uma visão da

logística de atendimento à população atingida por desastre natural. Disponível

em: http://aquarius.ime.eb.br/~webde2/prof/vania/pubs/2011/logistica-ANPET.pdf.

Acesso em 07/03/2013.

BRASIL. Ministério da Defesa. Manual de Campanha: Logística Militar Terrestre (C

-10). 2ª Edição. Brasília: EGGCF, 2003.

_______. Presidência da República. Lei n. 12.608/2012. Institui a Política Nacional

de Proteção e Defesa Civil; dispõe sobre o Sistema Nacional de Proteção e

Defesa Civil – SINDEC e o Conselho Nacional de Proteção e Defesa Civil –

CONPDEC. Disponível em: HTTP://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-

/2012/Lei/L1... Acesso em 07/03/2013.

DIEHL, A. A., TATIM, D. C. Pesquisa em ciências sociais aplicadas: Métodos e

Técnicas. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

FIGUEIREDO, K; ARKADER, R. Da distribuição física ao supply chain management.

In: FLEURY, P. F.; WANKE, P.; FIGUEIREDO, K. F. (Org.). Logística Empresarial:

A Perspectiva Brasileira. São Paulo: Atlas, 2006.

FLEURY, P. F. Entendendo o conceito de Logística Integrada. In: FLEURY, Paulo

Fernando; WANKE, P.; FIGUEIREDO, K. F. (Org.). Logística Empresarial: A

Perspectiva Brasileira. São Paulo: Atlas, 2006.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999.

LACERDA, L. Armazenagem estratégica: Analisando Novos Conceitos. In:

FLEURY, P. F.; WANKE, P.; FIGUEIREDO, K. F. (Org.). Logística Empresarial: A

Perspectiva Brasileira. São Paulo: Atlas, 2006.

LIMA FILHO, R. B. Tecnologia de Emprego Dual: Apoio Logístico e Assistência

Humanitária em Caso de Desastres Naturais e Atividades de Busca e Resgate.

Disponível

em:

w_20121031_art001POR.pdf>. Acesso em 08 mar. 2013.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia Científica. – 5. ed. – 4. reimpr. –

São Paulo: Atlas, 2010.

MEIRIM, H. Logística Humanitária e Logística Empresarial. Disponível em:

/>. Acesso em: 13 fev. 2013.

NOGUEIRA, C. W.; GONÇALVES, M. B., NOVAES, A. G. A Logística Humanitária e

Medidas de Desempenho: A Perspectiva da Cadeia de Assistência Humanitária. In:

NOGUEIRA, C. W. et al. Transporte em transformação. Trabalhos vencedores do

XIII Prêmio CNT de Produção Acadêmica. Brasília: Gráfica Positiva, 2009. 216 p.

_________________. Logística Humanitária e Logística Empresarial: Relações,

Conceitos e Desafios. Disponível em:

fev.2013. 12 p.

POZZO, H. Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais: Uma Abordagem

Logística. – 4. ed. – São Paulo: Atlas, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Eletrônica Cosmopolita em Ação - ISSN: 2359-1420

Indexadores, Diretórios e Repositórios: