A INFLUÊNCIA DA PERFORMANCE DA MUSCULATURA DO CORE NO DESEMPENHO DE FORÇA EM DANÇARINOS DE BREAK DANCE

Leandro Ferreira Andrade, Thaigo Rohrer Martins Gomes, Aparecido Pimentel Ferreira

Resumo


Objetivo: o CORE é o local onde a maioria dos movimentos da Dança Breaking é iniciada. O presente estudo teve como objetivo avaliar o desempenho funcional da musculatura do CORE e do abdome em dançarinos de Dança Breaking e correlacionar com a performance do Wind Mills. Métodos: pesquisa transversal, descritiva com amostra composta por 24 (vinte e quatro) dançarinos profissionais de Dança Breaking, do gênero masculino, com idade entre 20 e 38 anos, na Região Administrativa de Taguatinga Norte e Ceilândia Sul – DF; os testes foram aplicados em três momentos, em duas escolas públicas. Foram coletados os dados antropométricos, seguido de um aquecimento e da aplicação dos testes de capacidade funcional do CORE (teste Mackenzie adaptado), Abdominal Adaptado e Moinho de Vento (Wind Mills). Resultados: nas correlações entre o teste de Mackenzie e o Wind Mills ; Abdominal Adaptado e o Wind Mills, não houve uma diferença significativa. Conclusão: verificou-se que de acordo com os resultados dos testes aplicados no presente estudo, os dançarinos apresentaram diferenças não significativas em comparação ao desempenho de força e estabilidade na região dos músculos do CORE e na performance do Wind Mills.

 

Objective: CORE is where most Break Dance moves begin. The present study aimed to evaluate the functional performance of CORE and abdomen muscles in Break Dance dancers and to correlate with the performance of Wind Mills. Methods: a cross - sectional, descriptive study with a sample composed of 24 (twenty - four) professional male break dance dancers, aged between 20 and 38 years, in the Administrative Region of Taguatinga Norte and Ceilândia Sul - DF, tests were applied In 3 moments, in two public schools. The anthropometric data were collected, followed by a warm-up and the application of the tests, functional capacity of the core (Mackenzie test adapted), Abdominal Adapted and Wind Mills. Results: the correlation between Makenzie test and Wind Mills; adapted Abdominal and Wind Mills, there was no significant difference. Conclusion: it was verified that according to the results of the tests applied in the present study, the dancers presented non-significant differences in comparison to the performance of strength and stability in the region of the CORE muscles and in the performance of Wind Mills.

 

figshare DOI: 10.6084/m9.figshare.8120813


Palavras-chave


Core, Dança Breaking, Abdominal, Moinho de Vento

Texto completo:

PDF

Referências


• GRANDO, D.; HONORATO, I. C. R. O Ensino do Conteúdo Dança na 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental a Partir da Dança Folclórica e da Dança de Rua. n.31. Motrivivência, 2008.

• ALVES, F. S.; DIAS, R. A dança Break: corpos e sentidos em movimento no Hip-Hop. Revista Motriz. Rio Claro, 2004.

• ROSA MARCHIORO A.D, A dança nas aulas de Educação Física: Hip Hop como instrumento, 2012.

• HANDZEL, T. Core Training for Improved Performance. NSCA Performance Training Journal. Volume 2 Number 6, 2003.

• MACKENZIE B. 101 Performance Evaluation Tests. Electric Word plc, 2005.

• AKUTHOTA, V.; NADLER, S.F. Core Strengthening. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation , 2004.

• WILSON J. D.; DOUGHERTY, C. P.; IRELAND, M. L.; DAVIS, I. M. Core stability and relationship to lower extremity function and injury. Journal of the American Academy of Orthopaedic Surgeons, Rosemont, v. 13, n. 5, p. 316-325, 2005.

• BLISS, L. S.; TEEPLE, P. Core stability: The Centerpiece of Any Training Program. Currents Sports Medicine Reports, 2005.

• BREAKDANCE. Em: < http://arteurbana0.tripod.com/id2.html >. Acesso em: 24 de maio de 2015.

• CARDOSO, MAM.; A força. Alguns conceitos importantes. EFDeportes.com, Revista Digital - Buenos Aires - Ano 8 - N° 46 - Março de 2002. Acessado em 15/04/2015 as 13h45.

• HERTOGH, C.; CHAVET, P.; GAVIRIA, M.; BERNARD, P.; MELIN, B.; JIMENEZ, C. Méthodes de Mesure et Valeurs de Référence de la Puissance Maximale Développée lors D'Efforts Explosifs.. Cinesiologie, XXXIII, 157, 133-140.1994.

• LINDOMAR. Hip Hop. Em: < http://www.infoescola.com/artes/hip-hop/ >. Acesso em: 24 de maio de 2015.

• RODRIGUES FR, Martins Trichês PB. Treinamento do Core. EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 17, Nº 173, Octubre de 2012. Acessado em 15/04/2015 as 14h15.

• STARON, R.S et al. Skeletal muscle adaptations during early phase of heavy-resistance training in men and women. J Appl Physiol. v.76, p.1247-55, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Brasileira de Pesquisa em Ciências da Saúde - RBPeCS - ISSN: 2446-5577


Indexadores: