AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DOS TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE UMA OBRA EM MONTES CLAROS - MG

CAMILA FREITAS, JOARLEY PORTO, IGOR CRUZ

Resumo


Os trabalhadores da construção civil exercem atividades pesadas que dependem de grande gasto energético, portanto, necessitam de uma alimentação mais reforçada e elaborada. Investigações voltadas para a avaliação do estado nutricional do trabalhador são pouco efetuadas devido à importância que os gestores das obras têm para com o funcionário. Tem-se o objetivo de avaliar o estado nutricional dos trabalhadores da construção civil de uma empresa da cidade de Montes Claros – MG. Trata-se de um estudo descritivo com corte transversal envolvendo 31 funcionários de uma empresa de engenharia civil da cidade de Montes Claros, selecionados de maneira censitária. Os sujeitos da pesquisa  são na maioria homens e adultos e as atividades na empresa são consideradas moderado-pesadas,  pois as tarefas  envolvem pequenos deslocamentos, com uma alta exigência física. Os resultados encontrados revelam que 41,9% apresentam sobrepeso e 22,6% obesidade. Além disso, aqueles com idade  ≥ 30 anos apresentam maiores valores (absolutos e relativos) em comparação com os que apresentam < 30 anos.  Constatou-se uma maior prevalência de empregados com sobrepeso e com obesidade. A baixa escolaridade contribui para a incidência da obesidade, já que isso incide em uma dieta hipercalórica e sem orientação de um nutricionista.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Brasileira de Pesquisa em Ciências da Saúde - RBPeCS - ISSN: 2446-5577


Indexadores: