Assessorias Esportivas e Empreendedorismo: novos caminhos para a área do bacharelado em Educação Física?

Carlos Henrique Vasconcellos Ribeiro

Resumo


Resumo

As assessorias esportivas são atividades econômicas pouco estudadas ainda no Brasil. O objetivo deste editorial é descrever os modelos de negócio pertinentes para a melhoria da formação, do atendimento à clientela que contrata este tipo de serviço e da longevidade econômica da profissão voltada à área fitness. Fazemos aqui inferências entre o desenvolvimento das corridas de rua e o papel das assessorias esportivas que estão espalhadas pelas áreas públicas das grandes cidades brasileiras. Estudar este mercado é uma forma de compreender os desdobramentos das áreas de intervenção profissional da área de educação física relacionada ao Bacharelado.

Palavras-Chave Educação Física; Bacharelado; Empreendedorismo

Abstract

Sports advisories are economic activities that are still under study in Brazil. The purpose of this editorial is to describe the business models pertinent to the improvement of training, customer service that hires this type of service and the economic longevity of the profession focused on the fitness area. Here we make inferences between the development of street races and the role of sports advisory services that are spread throughout the public areas of large Brazilian cities. Studying this market is a way to understand the developments of the areas of professional intervention in the field of physical education related to the Bachelor.

Keywords: Physical Education; Bachelor; Entrepreneurship 

 

figshare DOI: 10.6084/m9.figshare.8285426


Texto completo:

PDF

Referências


Ribeiro CH, Telles S, Cavalcante E, Delago, H. Assessorias esportivas em áreas públicas da Cidade do Rio de Janeiro: perfil socioeconômico dos gestores e oportunidades empreendedoras. Podium, Sport, Leisure and Tourism Review 2018; 7(1) 46-63.

Ribeiro CH, Pereira E, Pontes V, Moreira J. Sociologia pública e as praias cariocas: a praia é de todos?. Movimento 2014; 20(especial): 139-150.

Cf. http://www.maratonadorio.com.br/com-numeros-impressionantes-maratona-do-rio-recebera-38-mil-pessoas-no-rio-de-janeiro/. Acesso em: 07/06/2018.

SEBRAE. Micro e pequenas empresas geram 27% do PIB do Brasil. 2015a. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/mt/noticias/Micro-e-pequenas-empresas-geram-27%25-do-PIBdo-Brasil. Acesso em: 15/06/2018.

Silva ML, Bossele CB, Fraga AB. Em companhia do personal trainer: significados atribuídos pelos alunos ao atendimento personalizado. Motrivivência 2016; 28(49) p.26-37.

Rocha C. M, Bastos F. Gestão do esporte: definindo a área. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 2011; 25(especial): 91-103.

Filho M, Pedroso C, Fatta G, Lima W, SILVA T, ROCHA, V. Perfil do gestor esportivo brasileiro: uma revisão de literatura. Rev Inter de Gest Desp. 2013; 3(1): 44-52.

Silva FI, Santos AM, Araúdo DM, Perfil profissional do personal trainer atuante em academias de Teresina - PI. Rev Bras de Presc e Fisio do Exerc. 2016; 10(61): 634-644.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Brasileira de Pesquisa em Ciências da Saúde - RBPeCS - ISSN: 2446-5577

Qualis: C


Indexadores: