O BALANCED SCORECARD (BSC) COMO FERRAMENTA DE GESTÃO: a aplicação na Subsecretaria da Receita Estadual de Minas Gerais

Gilberto Silva Ramos, Fernando César da Cunha Mattos

Resumo


Considerando a complexidade de uma Administração Tributária e por entender que a utilização do Balanced scorecard (BSC) permitiria uma avaliação de suas práticas gerenciais a partir de um modelo gerencial que adota uma concepção mais abrangente de gestão estratégica, a presente pesquisa teve por objetivo verificar se as práticas de gestão adotadas na Subsecretaria da Receita Estadual de Minas Gerais (SRE) estão em consonância com o BSC. Após o estudo teórico do BSC e do sistema gerencial na administração tributária, buscou-se conhecer o sistema de gestão adotado na SRE, tanto em sua concepção teórica quanto empiricamente, mediante análise documental. Com os resultados obtidos concluiu-se que a SRE desenvolveu um modelo de gestão que contém elementos semelhantes com os pressupostos básicos do BSC, mas ainda divergente do BSC.

Palavras-chave


Balanced Scorecard; Gestão estratégica; Administração pública tributária.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Gilberto Silva Ramos, Fernando César da Cunha Mattos

Diretórios de indexação