GUERREIRO RAMOS: um caminhante do paradigma da complexidade

Artur Parreira Gonçalves

Resumo


O artigo explora as ideias de Guerreiro Ramos, com o objetivo de colocar em evidência a dimensão inovadora dessas ideias, na perspetiva da teoria dos sistemas abertos e do paradigma da complexidade. Estuda-se o conceito de redução sociológica, enquanto esforço de compreender a realidade social como fenómeno concreto, específico, integrado num tempo e num espaço únicos, uma visão claramente inserível no paradigma do raciocínio complexo. Também integrável na perspetiva da complexidade é o que Ramos designou de “sociologia em mangas de camisa”: uma ciência social comprometida com os resultados e sua aplicação para o desenvolvimento e para a melhoria das populações. Finalmente, o tema do modelo paraeconômico é caracteristicamente pensado nos moldes do paradigma da complexidade sistémica: um sistema multipolar, com partes diferenciadas e com lógicas próprias.


Palavras-chave


Redução Sociológica; Sociologia Comprometida; Modelos Múltiplos de Organização; Raciocínio Complexo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Artur Parreira Gonçalves